Data: 17-Out-2017
De: Isabel Santos
Cidade: São Paulo-SP
Assunto: Globalismo – Nova Ordem Mundial

***

Olá professor André Mello, Paz e Bem!

Aproveitando a oportunidade que nos dá em enviar perguntas ao Apostolado…

Gostaria de compreender o que é o globalismo?

Há algumas correntes de pensamento, que dizem que há três poderes mundiais disputando o domínio do mundo: Comunismo, Islamismo e Globalismo… que ora agem articulados, ora brigam entre si… mas todos visam impor uma Nova ordem mundial, cada um a seu modo… Até onde isso é correto?

Já estudei um pouco sobre o Comunismo e sobre o Islamismo… Mas ao globalismo não consigo compreender… A que diz a respeito??? Qual o histórico do Globalismo (sua origem, sua ação ao longo da história, seus agentes, sua relação com os outros dois poderes, quem são seus agentes e suas ações no Brasil?); Esse projeto Globalista tem relação com a Nova Ordem Mundial profetizada nas Sagradas Escrituras???…

Já li algumas coisas sobre o assunto; Mas há muita informação, e não consigo discernir o que é verdade, do que é invenção ou manipulação…

Terá alguma aula sobre esse tema??? Há alguma bibliografia ou artigos confiáveis que possa indicar???

Perdão pela falta de clareza e erros na escrita, espero que consiga me compreender…

Agradeço a atenção… que Deus Lhes pague a Caridade e Nossa Senhora interceda por todos os Professores desse bellíssimo Apostolado…

Salve Maria

Isabel Santos

Ps: Gostei muito das últimas aulas, do professor Marcelo Andrade e da Professora Laura… estou ansiosa pela continuação…

 ***

Resposta

Prezada Isabel, salve Maria!

Pelo que eu saiba, quem primeiro comentou sobre os “três poderes” foi Soloviev com a teoria das três forças, dentro da lógica do movimento eslavófilo, que era milenarista, no qual a Rússia era considerada como “o messias do mundo” e poderia fazer a síntese do processo histórico do Ocidente ( inclui os “globalistas”) excessivamente racionalista em contraste com o Islã exageradamente religioso e místico.

Porém, esta visão esconde a verdadeira noção de história. Há só dois lados na História: a Cidade de Deus e a Cidade dos Homens, a Igreja versus anti-Igreja. É a doutrina católica versus a gnose.

A divisão destas três forças é aparente apenas, pois todas elas têm o mesmo objetivo: a destruição da Igreja Católica e da civilização por ela construída. Difícil não pensar em conexões subterrâneas entre as “três forças” sob um mesmo comando. Mas, é verdade que estas forças podem brigar entre si, aliás, é dito no sonho de Dom Bosco que os inimigos da Igreja vão brigar entre si. E estas três forças não deixam de serem socialistas.

Globalismo é uma palavra vaga que possui mais de um sentido, pode significar, por exemplo, uma ação global, assim até a Igreja seria “globalista”.

Porém, é muito comum que o termo globalismo seja empregado como “New World Order”, o qual seria formado por um grupo secreto combinado com outros grupos secretos ou discretos que intentam dominar o mundo pelo mercado financeiro, ideologia, televisão etc. Isto veramente está em curso e em parte conseguiram, pois boa parte do globo pensa igual e a corrupção moral é endêmica. Dentro do conceito da gnose dialética, também se fala em “aldeia global”, que seria a junção de um suposto paraíso roussoniano que teria existido em aldeias no passado com a visão de um mundo idealizado, também, seria uma síntese do passado com o futuro, traduzindo um ódio ao tempo, típico da gnose. Há até uma palavra que designa isto em russo: “mir”, que significa mundo, aldeia e paz.

Hodiernamente, há pessoas que sustentam que Israel e Trump seriam contra os “globalistas”!!! Nada mais ridículo. E é absolutamente falso que haja uma “tradição judaico-cristã”, pelo menos sem forçar demais a expressão.

O assunto é longo e pretendemos abordar a questão em uma aula.

Marcelo Andrade

Leave a Reply