Data: 13-Out-2018
De: Jefferson Noronha
Cidade: –
Assunto: Pena de Morte

***

Boa noite, assisti o vídeo de vocês sobre a mudança no catecismo sobre a pena de morte e achei muito interessante, entretanto estou com dúvidas que não foram sanadas no vídeo.

1 – como o um fiel católico, fiel a Igreja e ao Papa, mas que é contrário ao novo entendimento, deve se portar frente a essa mudança sem incorrer em infidelidade? Devemos aceitar, não aceitar, aceitar e orar?
2 – a instabilidade criada com a mudança (contraposição aos 2 mil anos de tradição) pode abrir as portas para mudança de outros pontos?
3 – já houve casos como este na história da Igreja? Aonde papas fizeram ensinamentos contrários a tradição e depois isso foi corrigido?
Espero ter sido claro nas dúvidas. Aguardo retorno.
***
Prezado Jefferson,
Salve Maria.

1- Estamos diante de um dilema, ou se obedece a dois mil anos de história ou a este ensinamento. É claro que devemos mais obediência ao ensinamento anterior e recusar o atual. O erro seria dizer que o papa Francisco não seja verdadeiro papa por causa desta visão errônea. Desobedecer o papa, quando ele ensina errado em casos concretos, é obrigação.

2- Sim. Este é um ponto grave, pode abrir caminho para novas mudanças inconvenientes.
3- Sim. O papa João XXII se auto-corrigiu sobre uma questão de visão beatífica. O papa Honório também foi corrigido. Sem esquecer que o primeiro papa – São Pedro- negou Cristo três vezes. Se estivéssemos naquela época deveríamos seguir São Pedro ou não?
Salve Maria,
Marcelo.

Leave a Reply