Data: 23-Ago-2017
De: Victor
Cidade: ——–
Assunto: Galileu

***

Caríssimo professor, Salve Maria.

Escrevo mais uma vez ao senhor para sanar uma duvida sobre o caso de Galileu e sobre os debates na Idade Média.

Tenho um professor na faculdade que diz que uma das razões pelo qual Galileu foi condenado foi ter publicado sua obra em italiano em vez de latim. Ele disse que discussões desse tipo não podiam ser públicas (não podiam chegar ao povo). Há alguma veracidade nisso? Assisti a aula sobre o caso de Galileu e estou lendo o livro Galileu Herético de Pietro Redondi, e nada mencionam sobre isso.

Achei estranho esse argumento pois na idade média haviam debates públicos, não havia? Em que o povo pudesse assistir. Ou esses debates eram apenas para universitários e professores?

Desde já agradeço a sua atenção.

Victor

***

Resposta

Victor, Salve Maria

Evidentemente não há nenhuma veracidade nisto. O Latim é uma língua adequada para ser usada nas ciências, foi um erro tê-la abandonado Na realidade, Galileu passou a utilizar o vernáculo de Toscana (embrião do italiano) para angariar apoio popular, utilizando-se de um estilo que podemos dizer “sensacionalista”, ele não queria levar a verdade ao povo, mas ser popular, por vaidade. Curiosamente, é hoje em dia que as discussões “mais difíceis” da Ciência estão distantes da população que recebe as conclusões já prontas sem as premissas, tudo apoiado pela mídia. Exemplo: Aquecimento Global que já é dado como certo, sem as provas. Na idade Média era tudo feito às claras, dado o amor que a sociedade devotava à verdade. Hoje em dia, boa parte dos cientistas são devotos de ideologias e se os fatos são contra elas, problema dos fatos.

Atenciosamente,

Marcelo Andrade

Ópera
Next Post

Leave a Reply