261- Provas da Ressureição

Data

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
image_pdfConverter em PDFimage_printPreparar para impressão

Orlando Fedeli

Provas da Ressureição 

 

  • Localização: Belo horizonte – MG – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Religião: Evangélica

 

A paz do Senhor seja convosco. Como provar,p/incrédulos,à respeito da ressureição de Jesus,visto que,não raramente,nós cristãos somos confrontados à cerca da fé.Sei que a ciência dá margem p/,por exemplo,p/ o criacionismo quando enfoca a teoria da biogênese de Pasteuer.Há respaldo ciêntico p/ a ressureição?

 

 

———-

 

 

Prezado salve Maria

As provas que temos da ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo são testemunhais, o das pessoas que O viram ressurecto: Santa Maria Madalena, os Apóstolos e as demais pessoas que viram a Cristo, antes que Ele fosse ao céu.

Diria um ateu, que não aceita provas de testemunhas. Ora,dizendo isto, caso fosse ele coerente, deveria pedir o fechamento de todos os tribunais do mundo. Ele também não poderia saber nem onde e quando nasceu, pois a única prova que se tem do local de nascimento é o testemunho de nossos pais. Nem poderia ele acreditar na História, cujas provas são, freqüentemente, testemunhais.

Além disso, temos, como prova da Ressurreição, o Santo Sudário de Cristo, que está em Turim.

Nos Evagelhos, lemos que São Pedro e São João, tendo chegado ao túmulo de Cristo, encontraram o saudário e as vestes “e acreditaram“. Por que acreditaram na ressurreição ao ver o Sudário? É porque, no Sudário, viram, milagrosamente impressa a imagem de Cristo morto. E até os estudos da Nasa comprovaram cientificamente esse milagre.

As profecias haviam dito que o Messias seria morto e ressuscitaria. Cremos pois em Maria Madalena como testemunho, como diz o antigo hino:

“Credendo estmagis soli, maria verace quam judeorum turbae falaci”.
(“Deve-se acreditar mais em Maria veraz, do que nas turbas judaicas mentirosas”)

In CordeJesu, semper,

Orlando Fedeli

image_pdfConverter em PDFimage_printPreparar para impressão