307- Perispírito – Espiritismo

Data

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
image_pdfConverter em PDFimage_printPreparar para impressão

Orlando Fedeli

Perispírito – Espiritismo

 

  • Localização: Jundiaí – SP – Brasil

 

 

Gostaria de saber de onde veem a palavra perispirito e se esta relacionada com a alma?Gostaria de saber de onde veem a palavra perispirito e se esta relacionada com a alma?”

 

———-

 

Prezada, Salve Maria.

Essa palavra foi usada por Allan Kardec — pseudônimo de Hypolite Léon Raspail, o fundador do Espiritismo moderno — para designar uma película semi material (???) que envolveria o espírito (???).

A própria conceituação de periespírito, como membrana ou película, demonstra o baixo níivel intelectual do fundador do espíritismo moderno.

Veja você a tolice que ele escreve, em um de seus livros:

“O Espírito não é assim um ser abstrato, indefinido, que só o pensamento pode conceber; é um ser real, circunscrito, que , em certos casos, é apreciado pelos sentidos da vista da audição e tato” (Allan Kardec, O Livro dos espíritos, Instituto de Difusão Espírita, São Paulo, 1974, p. 19).

Repare bem a tolice que está aí escrita. Seu Hypolite entende que ser abstrato é o que não se vê, não se toca, é indefinido. Ele nem percebe a diferença entre ser abstrato e ser espiritual.

Por outro lado, note bem você, que ele afirma que o espírito pode até ser tocado. Portanto o espírito seria, de alguma forma, material. O que é uma contradição nos termos.

Na mesma página desse livro, Allan Kardec dá o conceito de perispírito “O laço ou perispírito que une o corpo e o Espírito é uma espécie de envoltório semi material” (idem P. 19) Portanto, o espírito teria um envoltório semi material, o que confirma uma concepção material do espírito.

E ainda:

“O perispírito é o laço que une o espírito à matéria do corpo, sendo tirado do meio ambiente, do fluido universal; contém, ao mesmo tempo, eletricidade, fluido magnético, e até certo ponto, a matéria inerte. Poder-se-ia deizer que é a quintessência da matéria, o princípio da vida orgânica, mas não da vida intelectual. Porque esta está no espírito” (Allan kardec, O livro dos Espíritos, ed cit. p. 140).

Tenho até vergonha de ter copiado tanta besteira para citar nesta carta, e me recuso sequer a comentar tais baboseiras. Comentá-las seria uma injuria à inteligência.

Aconselho-a que reze a Nossa Senhora, e que jamais leia livros que contenham tais loucuras.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

image_pdfConverter em PDFimage_printPreparar para impressão