549- Teologia da Libertação e Pe. Gobbi

Data

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
image_pdfConverter em PDFimage_printPreparar para impressão

Orlando Fedeli

 Teologia da Libertação e Pe. Gobbi

 

  • Localização: Brasil

 

Caros Professor Orlando Fedeli e colegas

Primeiramente gostaria de parabenizá-los pelo brilhante site e informar-lhes que a página de vocês já foi motivo de briga dentro da empresa, pois temos apenas um ponto de internet e cada um queria ler um assunto diferente.

Professor, tive uma discussão com uma pessoa sobre a teoria da libertação, por isso gostaria de obter alguma matéria resumida sobre o assuntinho. Não tenho nada de peso para “desbancá-lo”.

Gostaria, também, de informações sobre o Movimento Sacerdotal Mariano e do Padre Gobbi tão falado ultimamente.

Cordiais saudações

Leitora da página da Associação Montfort*.

 

——————————–

 

Prezada, salve Maria.

Muito obrigado por suas palavras generosas, que nos incentivam a prosseguir nossa luta em defesa da doutrina Católica.

A respeito da Teologia da Libertação, logo que tiver algum tempo escreverei um trabalho contra ela.

Para início de conversa, creio que você deveria perguntar a seu colega o que ele entende por libertação. Pergunte-lhe do que ele quer libertar-se. Certamente ele ficará um tanto atrapalhado, porque provavelmente ele não sabe do que quer libertar-se.

A Teologia da Libertação afirma que o homem deve libertar-se de qualquer autoridade, inclusive de Deus.

O ex Frei Boff, que se “libertou” dos votos que pronunciara diante de Deus – a começar pelo voto de castidade e de celibato – afirma em um de seus livros – “Pelos pobres. Contra a Pobreza” – que ele é ateu “desse velho barbudo lá em cima. Está na hora de nos livrarmos dEle”.

A libertação visada é de toda autoridade, o que significa o desejo de instaurar uma verdadeira anarquia. Por isso, a TL é contra o Papa, contra o sacerdócio hierárquico, contra autoridade dos pais, dos mestres, dos professores, do marido, etc.

Pergunte a seu amigo se é isso o que ele pretende.

No site Montfort* há um trabalho

(http://www.montfort.org.br/index.php?secao=veritas&subsecao=religiao&artigo=desigualdade&lang=bra) meu expondo porque a desigualdade é um bem, com argumentos de São Tomás de Aquino. Eles lhe poderão servir de bom apoio na discussão contra a Libertação.

A respeito do Movimento Sacerdotal do Padre Gobbi, basta ler seus livros narrando as pseudo visões de Nossa Senhora para ver que é um movimento aparicionista preparado para defender o Vaticano II com pseudo revelações.

Que pena ter eu tão pouco tempo para atacar tantos erros e para desmascarar tantas loucuras.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

 

*O professor Orlando Fedeli foi presidente da Associação Cultural Montfort de 1983 a 2010.

image_pdfConverter em PDFimage_printPreparar para impressão