657- Cavaleiros Templários e Maçonaria

Data

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
image_pdfConverter em PDFimage_printPreparar para impressão

Orlando Fedeli

Cavaleiros Templários e Maçonaria

 

  • Localização: São Bernardo do Campo – SP

 

Muito boa tarde professores

Segundo o que é divulgado pela ordem dos Templários, resumidamente, este grupo é derivado de uma organização criada pela igreja católica com a finalidade de proteger no passado o santo Graal e o Santo Sudário, onde por serem bons administradores com valores bem estruturados acabaram por acumular certa fortuna. A ordem dos templários afirma que “o Belo” rei da França armou uma cilada onde os Templários foram injustiçados e De Molay fugiu unindo-se com a Maçonaria.

Gostaria de saber até que ponto esta versão é verídica, pois me parece um pouco inconsistente…

Agradeço a atenção

Que o amor de Maria e de nosso senhor Jesus Cristo esteja sempre conosco.

(sou admirador do trabalho de vocês)

 

——————-

 

Muito prezado,
salve Maria!

De fato, o que você colocou sobre os Templários tem pouca consistência. A Ordem dos Cavaleiros do Templo foi fundada na Palestina, por Hugo de Payens e outros cavaleiros após a Primeira Cruzada. Ela tinha esse nome porque sua sede era junto ao antigo Templo de Jerusalém.
Foi São Bernardo quem escreveu a regra dessa ordem que se tornou muito poderosa.
No tempo de Felipe IV, o Belo, rei de França, a Ordem havia enriquecido e se corrompido. O rei Felipe, o Belo, se aproveitou disso, para destruir a Ordem e tomar suas riquezas para diminuir a força da Igreja com a qual ele estva em conflito. O Papa Clemente V, que Felipe, o Belo, fizera eleger e que forçara a residir em Avignon, na França, era dominado pelo Rei, e, ao invés de reformar a ordem eleiminado o que havia de vícios e de erros, fechou a Ordem.
Alguns maçons pretendem que a Maçonaria descende dos Templários, o que é puro mito, embora alguns templários pudessem ter pertencido às forças secretas existentes naquele tempo, e que ainda não usavam o nome de maçonaria.
Hoje, só falam dos templários pessoas suspeitas de envolvimento com sociedades secretas místicas. Não perca então tempo com os templários, Graal e Rei Arthur, pois é tudo fábula esotérica e gnóstica
Que Deus lhe conceda uma santo ano novo.
Um abraço amigo.
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

image_pdfConverter em PDFimage_printPreparar para impressão